Para uma vida Saudável!

Notícia

>> Ver Postagens Antigas
segunda, 27 de outubro de 2014

Consumo mundial de fitonutrientes é insuficiente devido à baixa ingestão de frutas e hortaliças

 


Resultados de um estudo publicado na revista British Journal of Nutrition demonstram que em todo mundo a população adulta não consome a quantidade diária de frutas e hortaliças (FH) recomendada pela Organização Mundial da Saúde (400 g ou 5 porções por dia), o que reflete em uma menor ingestão dos fitonutrientes, compostos bioativos contidos nesses alimentos.
Aproximadamente 200 mil homens e mulheres com idade igual ou superior a 18 anos compuseram a população do estudo. Os pesquisadores da Universidade Estadual da Califórnia e do Instituto de Saúde Nutrilite estimaram o consumo de FH e a partir desse resultado relacionaram com a ingestão de nove fitonutrientes selecionados com base em dados fornecidos a partir de várias fontes. A ingestão de FH foi obtida a partir do auto-relato dos participantes.
Em todas as regiões geográficas, a maioria dos participantes (58 a 88%) relataram baixo consumo de FH. Na subpopulação de participantes com baixo consumo de FH, a ingestão diária de frutas variou de 0,7 a 1,5 e a de legumes variou de 0,9 a 1,6 porções. A ingestão da combinação de frutas e verduras variou de 1,6 a 2,8 porções por dia. Os resultados demonstram que aqueles que relataram ingerir 5 ou mais porções diárias de FH consumiram de 2 a 6 vezes mais fitonutrientes do que aqueles que consumiram menos de 5 porções. 
Entretanto, os autores destacaram algumas diferenças geográficas. Em algumas regiões, o consumo total de fitonutrientes por indivíduos que ingeriram 5 ou mais porções/dia de FH foi menor em relação àqueles que ingeriram menos do que 5 porções. Os autores explicam que essa diferença se deve às diferenças dos tipos de FH disponíveis em cada região. No norte da Europa, houve um consumo elevado de alfa e beta caroteno devido ao grande consumo de cenouras, enquanto na América do Sul, o consumo de luteína e de zeaxantina (antioxidantes presentes em grande quantidade nas hortaliças verdes escuras e nas ervas frescas como salsinha e manjericão) foram escassos. Em regiões da África, houve um baixo consumo de ácido elágico (polifenol com fortes propriedades antioxidantes e é encontrado alimentos como em framboesas, morangos, mirtilos, nozes e romãs.), resultado da disponibilidade limitada de frutas que são fontes concentradas desse fitonutrientes.
“A ingestão de fitonutrientes a partir de frutas e hortaliças variou de acordo com a região geográfica em que a população se encontra”, concluem os autores. “Os resultados desta avaliação fornecem informações importantes sobre o padrão de ingestão de fitonutrientes em diversas populações no mundo e podem ser usados para direcionar futuras pesquisas para apoiar o desenvolvimento de diretrizes para a ingestão de fitonutrientes”, afirmam.
 

 



Referência(s)

Murphy MM, Barraj LM, Spungeni JH, Herman DR, Randolph RK. Global assessment of select phytonutrient intakes by level of fruit and vegetable consumption. British Journal of Nutrition. 2014:1-15

 

Fonte: http://www.nutritotal.com.br/notas_noticias/?acao=bu&id=673




So Nutri © 2013 Todos direitos reservados | Termos de uso