Para uma vida Saudável!


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/dicasden/public_html/postagem.php on line 90

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/dicasden/public_html/postagem.php on line 111

Dica de Nutricionista

>> Ver Postagens Antigas
domingo, 05 de novembro de 2017

Dicas de Nutrição Alfarroba (Ceratonia siliqua L.)

Você já ouviu falar da arinha tostada de alfarroba (Ceratonia siliqua L.), ou simplesmente, alfarroba em pó? Conheça um pouco mais..

 

Esta página tem caráter exclusivamente de esclarecimento e educação da sociedade.

Procure sempre por um Médico e/ou Nutricionista para te orientar, pois os atendimentos devem ser individualizados!

 

por Dra Rita de Cassia Sales Coutinho Caputi – Nutricionista RJ

Com a aproximação da Páscoa, começa a corrida às compras de ovos, bombons e barras de chocolate... e também aquele medo de engordar alguns quilinhos por conta dessa (nem sempre) doce paixão. Para os aficcionados por chocolate pode haver uma alternativa de contornar o vício pela iguaria: você já ouviu falar nos substitutos do cacau (Theobroma cacao)?

Um deles é a farinha tostada de alfarroba (Ceratonia siliqua L.), ou simplesmente, alfarroba em pó. A alfarroba, o fruto da alfarrobeira, árvore nativa dos países mediterrâneos, é consumida em muitos países árabes na forma de doces e de uma bebida consumida durante o Ramadan (nono mês do calendário islâmico, no qual os muçulmanos praticam seu jejum ritual, além de renovarem sua fé, praticarem a caridade e vivenciarem os valores da vida familiar). Após secagem, trituração e torrefação, a polpa da fruta dá origem ao pó ou à farinha de alfarroba, que, apesar de possui cor e sabor similares aos do cacau, tem menor teor lipídico e a vantagem de não conter os compostos estimulantes (cafeína e teobromina) contidos no cacau e que são considerados fatores antinutricionais (elementos que interferem na disponibilidade de nutrientes em nosso organismo; em excesso, reduzem a absorção de cálcio, ferro, estimulam a musculatura cardíaca), não possuindo, dessa forma, o efeito viciante do cacau, podendo ser consumido inclusive por indivíduos que devem evitar estimulantes, como pacientes cardiopatas.

A alfarroba já era utilizada na indústria alimentícia como espessante (goma jataí), com a finalidade de melhorar a textura de bolos e biscoitos, espessar molhos para saladas e melhorar características de congelamento e fusão de sorvete. No exterior, era mais consumida por vegetarianos e pessoas que se preocupavam em ter uma alimentação mais natural e saudável. Agora já é possível encontrar aqui no Brasil, em lojas de produtos naturais e afins, produtos contendo alfarroba, como doces de banana e de coco com cobertura de alfarroba, alfarroba em pó para uso culinário, etc.

Referências

  • Medeiros, Magda Leite; Lannes, Suzana Caetano da Silva. Avaliação química de substitutos de cacau e estudo sensorial de achocolatados formulados. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, 29 (2): 247-253, abr.-jun. 2009.
  • ______. Propriedades físicas de substitutos do cacau. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, 30 (Supl. 1):243-253, maio 2010.
  • Baldasso, Camila; Martins, Shaiana; Sangiovanni, Paula. Espessantes. Porto Alegre, abril 2004.
  • Pires, Aureliano José Vieira; Vieira, Viviane Figueiredo; Silva, Fabiano Ferreira da; et al. Níveis de farelo de cacau (Theobroma cacao) na alimentação de bovinos. Revista Electrónica de Veterináaia REDVET, v. VI, n. 2, Febrero 2005

 




So Nutri © 2013 Todos direitos reservados | Termos de uso